Câmeras de segurança ajudam a afastar a violência do seu imóvel

Câmeras de segurança ajudam a afastar a violência do seu imóvel

O país passa por uma grande crise, tanto econômica, como de segurança pública. Todos sabem disso ao vivenciarem a violência cotidiana. Por isso, é imprescindível estar sempre muito bem atento em qualquer hora ou lugar. No caso da segurança dos imóveis, especialistas e donos de imóvel concordam que investir em câmeras de segurança, alarmes, cercas elétricas, entre muitos outros aparatos de segurança é uma ação básica para quem quer proteger seu patrimônio.

Existem vários tipos de aparelhos e acessórios que protegem a sua casa e, claro, proporcionam mais segurança para você e toda sua família. Aqui no blog é possível ter acesso ao post sobre os diferentes modelos de câmera de segurança e qual é o mais indicado para o seu lar.

 

Dicas de como usar as câmeras de segurança para proteger o imóvel

Especialistas em segurança e também a própria polícia militar oferecem dicas valiosas de como evitar roubos à residência e pequenas empresas:

    1. O primeiro passo é contratar um seguro para o imóvel, assim como contar com a prestação de serviço de uma empresa de monitoramento. Essas empresas trabalham com diferentes formatos de monitoramento, e as câmeras de segurança são essenciais para tal.
    2. Os moradores (ou funcionários) também devem criar e manter o costume de trancar muito bem todas as portas e fechar as janelas – além disso, verificar se entradas incomuns, como sótão, estão totalmente fechadas. O ideal é que todas essas entradas estejam sob vigilância das câmeras de segurança. Qualquer movimento diferente será registrado e, em caso de vigilância constante, um alarme ou a polícia militar podem ser acionados no momento do ocorrido.
    3. Mesmo equipados com as câmeras de segurança, nunca deixar portas ou portões sem tranca, ainda que sua saída de casa seja rápida. Qualquer descuido pode ser uma ótima oportunidade para ações criminosas.
    4. Sempre se atentar à presença de estranhos na sua rua e no seu bairro. Neste caso, as câmeras de segurança que filmam o movimento comum ou anormal ao redor do imóvel são o investimento ideal.
    5. Se perceber que algum incomum vem acontecendo recorrentemente há horas ou há dias próximo ao seu endereço, solicite a presença da polícia militar.
    6. Redobre a atenção ao chegar ou sair de casa em alguns horários. Segundo a PM, os assaltos acontecem com mais frequência das 07 às 09 horas e das 18 às 20 horas.
    7. Se possível, troque o portão do imóvel por travas automáticas. Os bandidos costumam aproveitar o momento de distração e vulnerabilidade enquanto você desce do carro para abrir ou fechar o portão comum. Esses portões trabalham perfeitamente em conjunto com outros itens, como as câmeras de segurança, cercas, entre outros.
    8. Não guarde objetos de valor e nem grandes quantidades de dinheiro na sua casa, prefira sempre utilizar os cofres de bancos, lá sim são lugares apropriados para isso.
    9. Procure conhecer e ter boa relação com seus vizinhos, a vigilância deles também ajuda quando você estiver ausente de casa. Animais de estimação, como cachorros grandes e treinados para guarda são excelentes formas de segurança. Os cães alertam a presença de estranhos e, dependendo do caso, podem atacar os ladrões.
    10. Por último, mas não menos importante, confira frequentemente a funcionalidade de todos os seus equipamentos de segurança, de nada adianta tê-los se não estiverem funcionando perfeitamente. Confira se as câmeras de segurança estão filmando, se a cerca elétrica está com voltagem e se os alarmes estão com som suficiente. Se desconfiar de alguma coisa ou se estiver em uma emergência, ligue imediatamente para o 190.

 

O cenário atual como motivo para investir ainda mais em sua segurança

Não é novidade que a alta violência é fato na vida de milhões de brasileiros, mas nos últimos meses, os casos de roubo em todo o país aumentaram significativamente. De acordo com pesquisa realizada pelo jornal Folha de São Paulo, os crimes aumentaram principalmente nos estados de Rondônia, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.

Enquanto os governos estaduais justificam o aumento da violência por conta da crise econômica, a verdade é que, enquanto a segurança pública não contém totalmente os crimes, o grande público encontra proteção nos diferentes equipamentos de segurança como tentativa de prevenção desses crimes.

 

Como até mesmo o senso comum repete “a situação faz o ladrão” e a oportunidade é um dos itens que pode facilitar para que um crime ocorra. Isso significa que itens comuns como câmeras de segurança, travas elétricas e cercas podem inibir o infrator, fazendo com que ele opte por outro imóvel ou área para tentar praticar seus crimes.

Até mesmo avisos de monitoramento (o famoso “você está sendo filmado”) pode ajudar a inibir uma ação criminosa, mostrando para o infrator que aquele ambiente possui uma vigilância e ele encontrará dificuldades caso opte por se aproveitar da situação.

 

Entretanto, não basta apenas optar por uma câmera de segurança, é necessário escolher o modelo de acordo com a real necessidade e instalar em pontos estratégicos que garantam a segurança do imóvel.

VEJA TAMBÉM!

Instalando alarmes residenciais com segurança

Tipos de câmeras de segurança

Acessórios essenciais para o seu portão elétrico

2 comentários sobre “Câmeras de segurança ajudam a afastar a violência do seu imóvel

Comentários estão encerrado.

Voltar ao Topo
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE