Mitos e verdades sobre a Cerca elétrica

Você precisa saber as verdades sobre a cerca elétrica antes de instalar uma!

Cerca elétrica é uma solução cada vez mais comum na proteção de imóveis, sejam eles estabelecimentos comerciais ou residenciais. Com alto índice de satisfação e sem violar o apelo estético de propriedades, a proteção é um recurso que requer cuidados especiais e uma preparação profissional para a instalação.

Essas características fizeram com que muitos boatos surgissem acerca da cerca elétricas, alguns deles até com certo fundamento, resultando em muitas dúvidas. Para que você não tenha esse problema, aqui seguem alguns mitos e verdades sobre a cerca elétrica.

 

Instalar cerca elétrica aumenta muito o valor da conta de energia?

Talvez o mito mais comumente ouvido a respeito da cerca elétrica. A resposta para quem tem essa é dúvida é: não, a cerca elétrica não vai aumentar a sua conta de energia elétrica consideravelmente. Para atestar isso, basta se ater aos números. Com uma instalação propriamente realizada, o sistema de proteção com cerca elétrica com uma central de choque deve consumir cerca de 3,6 Kw por mês. Para uma comparação mais didática, isso consumo é o equivalente ao de um pequeno rádio relógio.

Duas coisas fazem com que esse mito seja bastante difundido. O primeiro deles é devido ao número de tensão que uma cerca elétrica possui, fazendo com que muitas pessoas associem ao alto consumo. O segundo é a própria extensão física dos fios, que geralmente ladeiam um imóvel, fazendo com o senso comum acredite que toda aquela metragem de fios está consumindo energia.

 

A cerca elétrica pode matar?

Esta é uma afirmação bastante polêmica. A verdade sobre a cerca elétrica é, não, ela não pode matar. O seu sistema de distribuição de energia funciona de modo que os fios da cerca elétrica não possuam amperagem ou corrente de carga. Quando devidamente instaladas com uma central de choque, o sistema é feito para que a tensão da cerca seja pulsativa, impedindo que qualquer pessoa ou animal fique preso nos fios.

Uma cerca elétrica trabalha com tensão de 8 mil volts. É um número alto, porém, o que acontece de errado não é por condições da cerca elétrica, mas sim do tipo de instalação que é feito no imóvel. No Brasil, duas ações alimentam esse tipo de mito sobre a cerca elétrica ser letal.

O primeiro deles é a famosa “gambiarra” ou “jeitinho brasileiro” na instalação. Muitos instaladores não qualificados oferecem o serviço como um “diferencial” para serviços relacionados. Exemplo, uma pessoa que instala motores elétricos de portão (e isso serve para quaisquer outros profissionais), algumas vezes, se aventuram prestando o serviço de instalação de cerca elétrica e o fazem com base em conhecimento raso e geralmente, acabam por usar a rede de energia elétrica do imóvel para alimentar a cerca.

A outra razão, muitas vezes, parte do proprietário, que busca minimizar os gastos na instalação, recorrendo a esses instaladores não-especializados, ou até mesmo fazendo por conta, e cometendo os erros comuns que tornam a cerca elétrica perigosa.

Por isso, somando a alta tensão da cerca elétrica junto instalações que não seguem o formato correto, o resultado é a existência de acidentes com a cerca, e muita gente acabando por acreditar que todas as cercas elétricas são letais.

Só é preciso cortar um fio para inutilizar toda a cerca elétrica?

Outro mito que visa deturpar a utilidade da cerca elétrica. A verdade é que os sistemas utilizados atualmente nas cercas elétricas têm como primeira ação sinalizar qualquer rompimento de fios em toda a cerca.

Seja qual for o motivo, quando um fio é rompido ou cortado, uma sirene é ativada pela central de choque, no intuito de informar os responsáveis pela segurança e, claro, afugentar um possível invasor.

 

Em caso de queda de energia, a cerca elétrica se torna inútil

Assim como alguns outros mitos, o funcionamento correto da cerca elétrica não permite que ela fique sem energia mesmo depois do rompimento do abastecimento. Isso porque a instalação correta utiliza uma bateria estacionária que funciona como um nobreak para o sistema da cerca, fazendo com que ela se mantenha ativa e em pleno funcionamento por até 12 horas.

O mito ganha fama exatamente por haver instalação feitas de modo incorreto, em que a ausência da bateria faz com que a cerca não tenha de onde tirar energia para se manter funcionando.

 

A cerca elétrica é proibida por lei

Mais um mito que se dá que, na verdade, é ao contrário. Hoje, no Brasil, não há uma legislação específica que delimita como deve ou não ser feita a instalação de uma cerca elétrica. Porém, no intuito de padronizar ou tornar o meio mais seguro para os proprietários, alguns municípios acabam por seguir algumas normas técnicas que tornam padrão um conjunto de medidas que tornam a instalação segura.

 

Tem mais alguma dúvida? deixe seu comentário e responderemos.

Até a próxima!

5 Replies to “Mitos e verdades sobre a Cerca elétrica”

  1. Artur disse:

    Parabéns, simples, direto e objetivo.

  2. Oi, gostei de seus artigos, muita informação boa aqui.
    Parabéns

  3. Mônica disse:

    Tirou todas as minhas dúvidas 🙂

  4. CFTV disse:

    Exatamente o que procurava, muito obrigada!

  5. Exatamente o que eu procurava! Obrigada!!

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE